Curta nossa página e ajude nosso BLOG a crescer!

Compartilhando Boas Ideias

Sustentabilidade

Incíveis casas feitas com garrafa PET

Apesar de sua praticidade, as garrafas PET representam um grave problema ambiental, pois levam 400 anos para se decompor. Casas feitas de garrafa PET são um ótimo exemplo de como reciclá-las e economizar.


Apesar de sua praticidade, as garrafas PET representam um grave problema ambiental, já que seu resíduo pode levar séculos para se decompor na natureza. Este efeito pode ser ainda potencializado se não é dada a destinação correta como a reciclagem e o reaproveitamento.

A criatividade é uma excelente saída para resolver impasses ambientais como os causados por produtos como este. O polietileno tereftalato – resina termoplástica que compõe o PET – pode ser reciclado e empregado em diferentes funções, como, por exemplo, a fabricação de cadeiras, tijolos, blocos, tapetes, linhas, cordas, vassouras, escovas de dente e até travesseiros.

Sempre que uma nova utilidade é encontrada para o PET, o meio ambiente agradece, afinal o mundo produz em torno de 7 milhões de toneladas ao ano desse plástico cuja expectativa é de 400 anos para se degradar em aterros sanitários.

Como o sonho de todo o brasileiro é ter sua casa própria, esta pode ser uma excelente alternativa. Em casos de famílias de baixa renda, que, após passar pela difícil tarefa de conseguir um espaço de terra só seu,  precisam enfrentar os altos preços dos materiais de construção, impossibilitando para muitos ter uma casa segura e confortável.

Uma solução barata e sustentável que já se mostrou eficiente em muitos países do mundo é a construção de casas feitas com garrafa PET como tijolos. As garrafas são preenchidas com areia, terra, pedras, água, lixo (papéis, plásticos, embalagens, que, depois de limpas são prensadas dentro da garrafa) aumentando sua resistência. Depois de organizadas em forma de parede, chão ou laje, basta dar o acabamento com cimento ou mesmo barro.

Um blog que pesquisamos entrou em contato com a pessoa que construiu esta casa e, para saber como funciona,  fez as seguintes perguntas:

Como é a temperatura em casas feitas com garrafa PET?

Em geral pode-se dizer que é um desenho bioclimático, o que significa que quando estiver frio lá fora, dentro será quente e vice-versa.

Quanto custa construir uma casa com garrafas PET em relação a construção convencional?

Normalmente podemos dizer que o custo baixa entre 40% e 60 %, com respeito ao preço da construção tradicional, dependendo do tipo de obra que estamos construindo.

Que tipos de garrafas PET podem ser usadas para construir as casas?

Em geral pode-se usar todo tipo de garrafas plásticas, o único segredo é ter a quantidade suficiente para terminar a obra. Podem ser usadas diferentes garrafas em uma obra, mas não devem ser misturadas na mesma parede.

Como construímos as colunas e qual a proporção da mistura?

Nas colunas podem ser usadas garrafas de 500 ou 600ml formando um círculo de 11 garrafas. No centro amarramos entrelaçadamente os gargalos com sisal ou nylon. A mistura pode ter uma proporção de 1:6:0,5 (1 de cimento, 6 de areia e meia de cal), mas muitos projetos mais simples usam somente barro para construir as paredes e colunas.

casas feitas com garrafa pet paredes

Construção das Paredes

Como se amarram as garrafas em uma parede?

Usa-se sisal ou fios de nylon normalmente utilizado na agricultura. Devemos amarrar cada garrafa entre si como se fosse uma rede, tanto nos gargalos quanto na base da garrafa . A base é entrelaçada dando uma volta com o laço quando a colocamos. Nos gargalos, igualmente, damos uma volta de modo a entrelaçar umas com as outras em uma forma losangular.

casas feitas com garrafa pet amarração

Amarração

Qual a proporção da mistura das paredes?

Nas paredes são usadas normalmente uma mistura de terra com calcário/barro muito similar a argila onde ainda pode ser acrescentada a palha de arroz. A proporção é de 1:6:1 (1 de cimento, 6 de argila e uma de cal). Esta mistura com o cal e cimento serve para evitar problemas em épocas de chuva.

A mistura pode ser ainda a mesma usada para fazer as colunas com uma proporção de 1:6:0,5 (1 de cimento, 6 de areia e meia de cal). Para a construção de cabanas pode se utilizar a mistura com a proporção de até 1:10:0,5 (1 de cimento, 10 de terra e meia de cal).

Como as garrafas são preenchidas?

Usa-se um funil que pode ser feito com o gargalo de uma garrafa menor. Para enchê-las podem ser utilizados quaisquer sólidos como terra, areia, palha de arroz ou trigo e inclusive resíduos de compostagem. O importante é que quanto mais seco é o material, mas fácil se enchem as garrafas.

Comentários

Outras notícias

TRANSFORME SUAS IDEIAS E TUDO SERÁ DIFERENTE

Junte-se à nossa comunidade, e receba atualizações, artigos e dicas sobre quem inova e pensa de forma inteligente e sustentável.

Cadastro News

Odiamos Spam e respeitamos sua privacidade.
Você está 100% seguro.